A embalagem PET transparente permite a reciclagem “Bottle to Bottle” e a reutilização para plásticos de alto valor e de stocks para futura incorporação.

Como exemplo apresentamos a estratégia da Coca-Cola de implementar a mudança de cor de verde para transparente nas suasembalagens PET em formato 1,5 Lt da marca Sprite.

Esta estratégia está em linha com os compromissos de sustentabilidade da empresa: 100% de embalagens recicladas até 2025 e a utilização de 50% PET reciclado até 2025.


 

Tiago Lima

Diretor de Relações Externas da Coca Cola para Portugal

Gestor de Relações Públicas e Comunicação da Coca-Cola Portugal entre 1999 e 2012, sendo responsável pela implementação e desenvolvimento do processo de Gestão de Incidentes e Resolução de Crises (IMCR), execução dos Planos de Comunicação e Marketing e pelos planos de Relações Públicas e Marketing.

Durante este período estabeleceu e desenvolveu relações com os principais stakeholders incluindo Media, Governo, Associações Comerciais, ONG’s, Clientes, Consumidores e Colaboradores, contribuindo para o crescimento sustentável do Sistema Coca-Cola em Portugal.

Em 2013 integrou a Direcção Ibérica de Relações Públicas e Comunicações em Madrid, responsável pela gestão de stakeholders e processo de CRM e pela execução do plano Ibérico de Relações Públicas e Governamentais com foco em Portugal.

Saber mais

Pedro São Simão

Coordenador do Pacto Português para os Plásticos

Pedro São Simão possui Mestrado (MSc.) em Economia, pela Universidade do Porto (Portugal), e Pós-Graduação (Pgt.) em Cadeias de Valor Sustentáveis, pela Universidade de Cambridge (Reino Unido).

Após iniciar a sua carreira na América Latina – Venezuela e Brasil – Pedro tem trabalhado numa empresa portuguesa de injecção de plásticos, a Ernesto São Simão Lda. (ESS). Assume atualmente a função de Diretor Geral, sendo responsável pela gestão de projetos, com foco na área de sustentabilidade e economia circular.

Pedro é o coordenador do Pacto Português do Plástico, uma iniciativa colaborativa liderada pela Associação Smart Waste Portugal, que une a cadeia de valor dos plásticos portuguesa, em torno de uma visão comum: uma economia circular do plástico em Portugal, onde o plástico nunca se transforme em resíduo. É também Vogal da Direção da Smart Waste Portugal.

Com uma carreira profissional focada na sustentabilidade e a circularidade dos plásticos, foi também cofundador da startup Refeel Good, focada em soluções de reutilização de embalagens, que foi finalista do concurso Social Innovation Challenge 2019 da Comissão Europeia, e apoiada pelo EIT Climate- KIC.

Saber mais